Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
20/09/2016
ARTIGO - Inovação e competitividade no supply chain

* Por Maurício Martins e Ugo Ibusuki


O mercado automotivo brasileiro passa por mudança radical, com previsões que apontam para a queda brutal de vendas de 20% em 2016 na comparação com 2015 e de 40% ante o pico de vendas em 2013.

Premida pelas novas demandas do consumidor e pelas regras do regime automotivo previstas no Inovar-Auto, que prevê metas de eficiência energética, de segurança veicular, e localização de conteúdo, a indústria vem reagindo com investimentos no Brasil em patamares nunca vistos anteriormente.

O resultado imediato foi, por um lado, uma capacidade instalada de até 5 milhões de veículos, e por outro, a entrada de veículos com tecnologia compatível a dos países desenvolvidos, com motores eficientes e modelos de última geração além do segmento ‘premium’.

No cenário de demanda retraída devido à crise econômica brasileira, a cadeia automotiva amarga ociosidade acima de 50%, forçando a uma busca por novos mercados de exportação. Isso demonstra a necessidade de o Brasil rever sua estratégia de comércio exterior, visto que, até então, estava focado na demanda interna e nas regras de conteúdo local, na implicação da taxa de câmbio e nas barreiras à importação.

Ora, a busca por exportação exige competitividade, com adequação do supply chain e diferenciação tecnológica em comparação com outros players do mercado mundial.

A revisão da estratégia do supply chain na indústria automotiva brasileira é mais que necessária para sua integração na cadeia global de valor e para a exploração do diferencial em tecnologias nas quais podemos obter vantagem competitiva, como por exemplo, motores a combustíveis alternativos (etanol, biodiesel, GNV) ou até mesmo em veículos elétricos e autônomos, segmentos em que a corrida tecnológica está apenas começando.

Para tanto precisamos da definição de uma nova política industrial e de tecnologia automotiva, focando no futuro posicionamento da cadeia automotiva brasileira em âmbito mundial. O que as empresas devem fazer para recuperar a competitividade local? Como atrair novos investimentos em um mercado retraído? Como viabilizar a escala para nacionalização de tecnologias futuras de mobilidade? Como estruturar uma nova política que possa apoiar essa revolução do setor automotivo brasileiro?

As repostas a essas questões e a geração de estratégias e modelos de negócio que favoreçam a aquisição no Brasil de tecnologias para a mobilidade do futuro, em cooperação com Engenharia, Compras e Fornecedores no desenvolvimento de produtos, são o foco do Painel Supply Chain do 25º Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade, que será realizado de 25 a 27 de outubro, no Expo Center Norte, em São Paulo.

* Maurício Martins e Ugo Ibusuki coordenam o Painel Supply Chain do Congresso SAE BRASIL 2016



25º Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade
Data: 25 a 27 de outubro - das 8h30 às 20h30
Local: Expo Center Norte, Pavilhão Vermelho – Rua José Bernardo Pinto, 333, Vila Guilherme, SP

Painel Supply Chain – “Inovações No Supply Chain para viabilizar a Competitividade de novas tecnologias No Brasil”
Data: 27 de outubro, 14h – Auditório Santana 3



Mais informações à imprensa:
Companhia de Imprensa
Maria do Socorro Diogo - msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Susete Davi - susete@companhiadeimprensa.com.br
Telefones (11) 4435-0000 – 94984-9581

 Buscar release:
   
 Imagens
Clique nas imagens para salvá-las em maior resolução
Maurício Martins
Ugo Ibusuki
 Perfil da empresa

A SAE BRASIL é uma associação sem fins lucrativos que congrega engenheiros, técnicos e executivos unidos pela missão comum de disseminar técnicas e conhecimentos relativos à tecnologia da mobilidade em suas variadas formas: terrestre, marítima e aeroespacial.
A SAE BRASIL foi fundada em 1991 por executivos dos segmentos automotivo e aeroespacial, conscientes da necessidade de se abrir as fronteiras do conhecimento para os profissionais brasileiros da mobilidade, em face da integração do País ao processo de globalização da economia, ora em seu início, naquele período. Desde então a SAE BRASIL tem experimentado extraordinário crescimento, totalizando mais de 6 mil associados e 10 seções regionais distribuídas desde o Nordeste até o extremo Sul do Brasil, constituindo-se hoje na mais importante sociedade de engenharia da mobilidade do País.
A SAE BRASIL é filiada à SAE INTERNATIONAL, associação com os mesmos fins e objetivos, fundada em 1905, nos EUA, por líderes de grande visão da indústria automotiva e da então nascente indústria aeronáutica, dentre os quais se destacam Henry Ford, Orville Wright e Thomas Edison, e tem se constituído, ao longo de mais de um século de existência, em uma das principais fontes de normas, padrões e conhecimento relativos aos setores automotivo e aeroespacial em todo o mundo, com mais de 35 mil normas geradas e mais de 138 mil sócios distribuídos por cerca de 100 países.

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308