Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
02/02/2010
Mecânica do Gato reduz impactos ambientais e conquista Selo Verde IQA-CESVI

Oficina em SP adotou coleta seletiva e separação adequada de resíduos nos processos internos. Além disso, fez trabalho de conscientização com funcionários para conquistar certificação

A empresa de reparação de veículos Mecânica do Gato, localizada na Mooca, em São Paulo, conquistou o Selo Verde IQA-CESVI, certificação ambiental para a área da reparação lançada pelo IQA (Instituto da Qualidade Automotiva) e CESVI BRASIL, que atesta a prática de políticas ambientais corretas e o cumprimento da legislação vigente nas oficinas, o que permite a abertura de novos mercados e a participação em licitações públicas e privadas. A empresa é uma das 4 primeiras oficinas, ao lado de Marques&Marques, Caçula de Pneus, Century Car, a receber o Selo, como parte do projeto piloto aplicado em 11 empresas paulistas para a certificação ambiental.

A Mecânica do Gato, que atua há 40 anos no mercado da reparação e está localizada na rua Bixira, nº 233, passou por diversas adequações para receber a certificação ambiental e a mais importante delas, de acordo com Cláudia Samos, gerente administrativa da Mecânica do Gato, foi o trabalho de consciência ambiental realizado com os 32 funcionários da empresa. O trabalho incluiu palestras e treinamentos, para os colaboradores não só se adaptarem mais facilmente à nova realidade, mas fazer com que as mudanças colocadas em prática se concretizem e deem resultados em médio prazo.

“A partir do momento que se muda uma rotina de trabalho para que ela seja mais sustentável, o funcionário tem de ser parte integrante do processo porque é ele quem vai levar adiante dentro da oficina. Se para a certificação deixamos de descartar o óleo misturado com água diretamente no esgoto, o funcionário tem de entender porque mudamos para a caixa de decantação e quais resultados aquilo trará para a oficina e para a sociedade”, explica Cláudia Samos. A empresa introduziu três caixas de decantação que realizam a separação do óleo e água antes de despejar a água no esgoto. O óleo separado é encaminhado para empresas credenciadas que dão a destinação correta ao resíduo.

Além disso, a empresa passou por ampliação recente e levou as adequações ao novo espaço, que foi equipado com telha translúcida, além das caixas de decantação. “As telhas permitem que apenas metade de todas as lâmpadas instaladas no local fique acesas, o que deve gerar economia de 25% de energia elétrica”, revela a gerente administrativa. Outra novidade é um sistema de exaustão, para circulação do ar, movido à energia eólica, que não precisa de motor elétrico para funcionar, gerando ainda mais economia.

Outra modificação foi com relação ao descarte de resíduos, que agora são separados adequadamente. “Materiais como metal e papelão não-contaminado são encaminhados para a reciclagem. Já a carcaça da bateria passou a ser recolhida pelo próprio fornecedor, e outros resíduos, como pano sujo, lâmpadas, entre outros altamente poluentes, são separados e encaminhados a empresas credenciadas”, diz. A oficina também está trabalhando para readequar o descarte de peças de veículos, que são devolvidas aos clientes. “Estamos contatando empresas credenciadas para realizarem o recolhimento das peças quando os clientes não se interessam na sua retirada”, informa.

Cláudia ressalta que a empresa buscou a certificação ambiental para atender à legislação vigente e também mostrar ao mercado que a oficina está em sintonia com as ações de preservação do meio ambiente. “A grande mudança não foi só estrutural, mas a de consciência. Podemos perceber que com ações simples, como coleta seletiva e reciclagem, fazem grande diferença. Investimos nas readequações e já temos retornos, como na economia de recursos”, conclui.

José Palacio, coordenador da certificação de serviços do IQA, destaca a importância das oficinas se adequarem ambientalmente, reduzindo seus impactos no meio ambiente e respeitando à legislação, resoluções e normas específicas. “A certificação é um reconhecimento público, que ajuda a evitar multas, além de garantir os processos ambientais mais adequados, reduzindo seus impactos no meio ambiente. Além disso, a certificação também concede à empresa uma visão bastante positiva perante o mercado”, afirma.




Mais informações à imprensa:
Companhia de Imprensa
Maria do Socorro Diogo – msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Estefânia Basso – estefania@companhiadeimprensa.com.br
Telefone (11) 4435-0000

 Buscar release:
   
 Perfil da empresa

O IQA - Instituto da Qualidade Automotiva / www.iqa.org.br - é um organismo de certificação sem fins lucrativos especializado no setor automotivo, criado por Anfavea, Sindipeças, Sindirepa e outras entidades do setor. Parceiro de organismos internacionais e acreditado pelo INMETRO, o IQA atua nas áreas de Certificação de Serviços Automotivos, Certificação e Homologação de Produtos, Certificação de Sistemas de Gestão, Publicações e Cursos. A Certificação de Serviços Automotivos é pioneira em todo o mundo e com benefícios diretos para empresas e o consumidor final, atendendo fabricantes de autopeças, distribuidores, varejistas, centros de reparação (oficinas e retíficas de motores). Nos centros de reparação, a certificação pode ser feita nas modalidades funilaria e pintura, suspensão, direção, escapamento e freios.

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308