Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
11/06/2018
Novo modelo de gestão revitaliza Fundação Santo André

Santo André - Dois meses depois de ter assumido a administração superior da Fundação Santo André (FSA), que mantém o Centro Universitário (CUFSA) e o Colégio da Fundação Santo André, o presidente Francisco Milreu sinaliza para resultados de equilíbrio nas finanças e investe em projetos de revitalização, que abrangem tanto os recursos nas áreas de ensino, pesquisa e extensão, quanto os de infraestrutura do campus.

“Encontramos um déficit nas contas mensais da FSA, que já diminuiu nestes dois meses. Conhecer os custos é fundamental para a sobrevivência de qualquer atividade econômica, e, no caso das instituições de ensino, a adoção de novas formas para administração de seus recursos para a eficiência gerencial de seus multiprodutos é uma necessidade”, diz Milreu, que é também reitor do CUFSA.

De acordo com o reitor, ao assumir a função em abril último os docentes não recebiam salários há cinco meses e haviam rescisões não honradas. De lá para cá os funcionários e professores passaram a receber seus vencimentos e o pagamento dos atrasados será feito a partir do início do próximo semestre. “Fizemos uma reformulação de todo o modelo, recompusemos as contas e trabalhamos com os fornecedores para fazer ajustes e conseguir o equilíbrio”, exulta.

O realinhamento de funções de docentes do modelo seguido pelas gestões anteriores no Regime de Tempo Integral (RTI), apontado entre os itens que mais onerou as finanças da FSA, foi uma entre as iniciativas mais relevantes do conjunto aplicado pela atual gestão para dar início à reestruturação. “Revitalizar uma Instituição também significa revitalizar as ações em suas atividades fim: Ensino – Pesquisa e Extensão. Um novo modelo de RTI e também de RTP (Regime de Tempo Parcial) está sendo elaborado para um aumento da qualidade acadêmica visando a uma nova FSA.

Para melhor atender às demandas institucionais, a gestão atual criou novas coordenadorias de área – Tecnologia da Informação e Infraestrutura, Recursos Humanos, Manutenção e Infraestrutura, Projetos e Recuperação Econômica e Financeira.

Investimentos

A abertura de licitação para a compra de equipamentos para a modernização das salas de aula (colocação de projetores de multimídia, telas, computadores e ampliação da rede wifi) e a instalação de câmeras para melhorar a segurança no campus indicam que a revitalização da FSA está em curso. “Nossos alunos podem confiar na seriedade e na solidez da nossa instituição”, sentencia Milreu.

Entre os investimentos previstos para o segundo semestre deste ano, por meio de parcerias com entidades e instituições nacionais e internacionais, estão os projetos de alta tecnologia como, por exemplo, a instalação de um novo laboratório para automação de processos, onde serão desenvolvidos serviços para o mercado e capacitação de alunos. Também está prevista a atualização doslaboratórios de informática, e o uso da tecnologia mobile para o atendimento e comunicação com os alunos.

Incentivo aos alunos

Foi aprovado o aumento de 5% para 20% de desconto nas mensalidades aos alunos veteranos que indicarem um amigo que venha a estudar na FSA, e também descontos de até 30% nas mensalidades dos calouros. Também foram aprovadas bolsas para o Programa de Incentivo à Iniciação Científica (PIIC) e para o Prog.rama de incentivo à Extensão – PIEX 2018.



COMPANHIA DE IMPRENSA
Maria do Socorro Diogo – msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Susete Davi – susete@companhiadeimprensa.com.br
Telefones 94984-9581 – 99658-5828 - 4435-0000 - 4990-1806

Sobre a FSA – www.fsa.br – A Fundação Santo André é uma instituição de caráter público e
de direito privado. Foi criada em 1962 pela lei municipal nº 1.840, com a finalidade de manter a Faculdade de Ciências Econômicas e Administrativas (FAECO), primeira escola de ensino superior da região do ABC, também originada pelo poder público municipal, em 1953. Em 1966 foi autorizada a instalação da Faculdade de Filosofia, Ciências e Letras (FAFIL). No final da década de 1980 a instituição criou o Colégio da Fundação Santo André, de ensino médio, instalado no campus universitário para incentivar a integração dos alunos no ambiente acadêmico. O Centro de Pós-Graduação surgiu em 1990, com cursos de Atualização, Especialização e MBA. No final dos anos 1990 foi criada a Faculdade de Engenharia Celso Daniel (FAENG). Atualmente a Fundação Santo André é mantenedora do Centro Universitário, que abriga as três faculdades e o colégio.

Atualmente a instituição possui 3,2 mil alunos e oferece 29 cursos: Administração, Arquitetura e Urbanismo, Ciências Biológicas, Ciências Contábeis e Atuariais, Ciências Econômicas, Ciências Sociais, Direito, Engenharia Ambiental, Engenharia Civil, Engenharia da Computação, Engenharia de Materiais, Engenharia de Produção, Engenharia Eletrônica, Engenharia Mecânica, Geografia, História, Letras, Tecnologia da Informação, Matemática, Pedagogia, Psicologia, Química, Relações Internacionais, Sistemas de Informação, Tecnologia em Logística, Tecnologia da Gestão da Qualidade, Tecnologia em Gestão de RH, Tecnologia em Gestão Financeira e Tecnologia em Marketing.




Mais informações à imprensa:
COMPANHIA DE IMPRENSA
Maria do Socorro Diogo – msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Susete Davi – susete@companhiadeimprensa.com.br
Telefones 94984-9581 – 99658-5828 - 4435-0000 - 4990-1806

 Buscar release:
   
 Imagens
Clique nas imagens para salvá-las em maior resolução
Novo modelo de gestão revitaliza Fundação Santo André
 Perfil da empresa

Site:

Fundado pelo Rotary Club de Santo André, em 1962 e dirigido por rotarianos em voluntariado, o CPMSA é uma entidade filantrópica declarada de utilidade pública municipal e federal, filiada à Federação Brasileira de Patrulheirismo e registrada no Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente de Santo André. É voltada à educação para inserção de aprendizes no mercado de trabalho por meio da educação presencial desenvolvida em paralelo com atividades realizadas no ambiente de trabalho e na entidade formadora nos termos da Lei da Aprendizagem (10.097/2000). O corpo administrativo é formado por administradores, pedagogos, comunicadores e outros profissionais. No início, as atividades se desenvolviam no pátio da delegacia de polícia, sob comando do tenente Xavier de Toledo e eram embasadas na cultura militar, daí o uso do termo patrulheiros do qual derivou “guardinhas”, que à época era associado aos jovens que prestavam serviços administrativos. No ano de 1982, o Corpo de Patrulheiros inaugura sua sede própria, onde permanece até hoje, dividindo o espaço com o Rotary Club de Santo André.

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308