Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
17/08/2017
Começa neste sábado (19), em Piracicaba, a Competição Baja SAE BRASIL – Etapa Sudeste 2017

Mais de 650 estudantes participarão da competição de carros off-road, na Escola de Engenharia de Piracicaba (EEP), neste fim de semana (dias 19 e 20)

Neste fim de semana, Piracicaba (SP) receberá a Competição Baja SAE BRASIL – Etapa Sudeste 2017, que reunirá 34 carros off-road, projetados e construídos por mais de 650 estudantes de engenharia de São Paulo, Minas Gerais, Rio de Janeiro e Espírito Santo. A disputa será realizada sábado e domingo (dias 19 e 20), na Escola de Engenharia de Piracicaba (EEP), como etapa preparatória para a Competição Baja SAE BRASIL, disputa nacional que será realizada no primeiro semestre de 2018.

Nesta edição, a Etapa Sudeste inscreveu 34 equipes – sendo 14 de São Paulo, 10 de Minas Gerais, oito do Rio de Janeiro e duas do Espírito Santo –, que somam mais de 650 estudantes. As equipes terão de submeter os carros a provas estáticas e dinâmicas, supervisionadas por juízes, todos engenheiros da indústria da mobilidade.

Programação – As provas terão início no sábado (19), das 8h às 18h, com as apresentações teóricas dos projetos e as avaliações de segurança, motor, conforto e frenagem. Das 13h às 18h, os veículos também enfrentarão as provas dinâmicas, que avaliarão suspensão, capacidade de tração e dirigibilidade. No domingo (20), a partir das 10h, ocorrerá a prova mais esperada da competição, o enduro de resistência, que é realizado em terreno acidentado ao longo de três horas. Com exceção das apresentações orais, a programação é aberta ao público.

A equipe Baja UFMG, da Universidade Federal de Minas Gerais, foi a vencedora da competição regional no ano passado, disputada por 29 equipes entre 30 inscritas. Em segundo lugar ficou a equipe EESC-USP, da Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo, seguida pela equipe Poli Atlas, da Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP).

Nacional – Competição de alto nível técnico, a Etapa Sudeste é reconhecida como o principal laboratório de testes. Trata-se de oportunidade para a troca de conhecimentos entre as equipes e o aperfeiçoamento dos veículos off-road, que irão disputar a competição nacional, realizada anualmente no primeiro semestre, em São José dos Campos, interior de São Paulo, com cerca de 70 equipes de todas as regiões do Brasil.

Além da Etapa Sudeste, a SAE BRASIL realiza mais duas competições regionais, que são preparatórias para a Competição Baja SAE BRASIL: a Etapa Nordeste, de 10 a 12 de novembro, no Senai Cimatec, na Bahia; e a Etapa Sul, de 17 a 19 de novembro, na Universidade de Passo Fundo, no Rio Grande do Sul.

Carros – Os veículos Baja SAE são protótipos de estrutura tubular em aço, monopostos, para uso fora-de-estrada, com quatro ou mais rodas e motor padrão de 10 HP, que devem ser capazes de transportar pessoas com até 1,90m e 113,4 kg. Os sistemas de suspensão, transmissão e freios, assim como o próprio chassi, são desenvolvidos pelas equipes, que têm, ainda, a tarefa de buscar patrocínio para viabilizar o projeto.

“Os programas estudantis da SAE BRASIL têm obtido sucesso entre os jovens e se mostrado celeiros de talento e inovação a ponto de cativar apoio e reconhecimento da indústria ao programa”, ressalta o engenheiro Mauro Correia, presidente da SAE BRASIL.


Competição Baja SAE BRASIL – Etapa Sudeste 2017
Data: 19 e 20 de agosto de 2017
Dia 19 (sábado), das 8h às 18h – Avaliações (segurança, motor, conforto e frenagem) e apresentações teóricas. Das 13h às 18h – Provas dinâmicas (suspensão, capacidade de tração e dirigibilidade).
Dia 20 (domingo), das 10h às 13h – Enduro de resistência. Às 14h – Premiação.
Local: Escola de Engenharia de Piracicaba (EEP) – avenida Monsenhor Martinho Salgot, 560, Piracicaba/SP.


INSTITUIÇÕES E EQUIPES

SÃO PAULO – 14 equipes de 14 instituições

Centro Universitário FEI (FEI) – Equipe FEI Baja
Centro Universitário Hermínio Ometto (Uniararas) – Equipe FHOBaja
Escola de Engenharia de Piracicaba (EEP) – Equipe EEP Baja
Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo (EESC-USP) – Equipe EESC-USP
Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli-USP) – Equipe Poli de Baja
Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens) – Equipe Baja Mud Racing Facens
Faculdade de Tecnologia de São Paulo (Fatec) – Equipe Fatecnológos
Instituto Mauá de Tecnologia (IMT) – Equipe Baja Mauá
Instituto Tecnológico de Aeronáutica (ITA) – Equipe ITA BAJA
Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – Equipe Unicamp Baja SAE
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) – Campus de Bauru – Equipe Pac Baja
Universidade Estadual Paulista Júlio de Mesquita Filho (UNESP) – Campus de Guaratinguetá – Equipe Piratas do Vale
Universidade Federal de São Carlos (UFSCar) – Equipe Genau Baja UFSCar
Universidade Federal do ABC (UFABC) – Equipe Baja UFABC

MINAS GERAIS – 10 equipes de 10 instituições
Centro Federal de Educação Tecnológica de Minas Gerais (Cefet-MG) – Equipe Cefast Baja
Centro Universitário da Fundação Educacional Guaxupé (UNIFEG) – Equipe Baja UNIFEG
Centro Universitário Newton Paiva (Newton Paiva) – Equipe Camaleão
Instituto Federal do Sudeste de Minas Gerais (IF Sudeste MG) – Equipe Corsários Baja
Universidade Federal de Itajubá (Unifei) – Campus de Itajubá – Equipe Saci
Universidade Federal de Juiz de Fora (UFJF) – Equipe Rampage Baja UFJF
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – Equipe Baja UFMG
Universidade Federal de São João del-Rei (UFSJ) – Equipe Komiketo Baja
Universidade Federal do Triângulo Mineiro (UFTM) – Equipe Zebu Baja
Universidade Federal de Viçosa (UFV) – Equipe UFVbaja

RIO DE JANEIRO – 8 equipes de 8 instituições
Centro Federal de Educação Tecnológica Celso Suckow da Fonseca (Cefet-RJ) – Equipe Mud Runner
Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro (PUC-Rio) – Equipe Reptiles
Universidade Candido Mendes (UCAM) – Equipe UCAM Baja
Universidade do Estado do Rio de Janeiro (UERJ) – Equipe Caledônia Racing Baja SAE
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Campus de Macaé – Equipe Ali Babaja
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – Campus do Rio de Janeiro – Equipe Minerva Baja UFRJ
Universidade Federal Fluminense (UFF) – Campus de Volta Redonda – Equipe UFF Baja
Universidade Federal Fluminense (UFF) – Campus de Niterói – Equipe Tuffão Baja SAE

ESPÍRITO SANTO – 2 equipes de 2 instituições
Faculdades Integradas Espírito-Santenses (FAESA) – Equipe FAESA Baja
Universidade Federal do Espírito Santo (UFES) – Equipe Vitória Baja




Mais informações à imprensa:
Companhia de Imprensa
Maria do Socorro Diogo – msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Sara Saar – sara@companhiadeimprensa.com.br
Julia Natulini – julia@companhiadeimprensa.com.br
Telefones: (11) 4435-0000 / (11) 9 4984-9581

 Buscar release:
   
 Imagens
Clique nas imagens para salvá-las em maior resolução
Equipe FEI Baja é uma das 14 representantes de SP
Carro desenvolvido pela equipe Reptiles, do RJ
Carro da equipe Baja UFMG, campeã no ano passado
Equipe Vitória Baja representa o Espírito Santo
 Perfil da empresa

A SAE BRASIL é uma associação sem fins lucrativos que congrega engenheiros, técnicos e executivos unidos pela missão comum de disseminar técnicas e conhecimentos relativos à tecnologia da mobilidade em suas variadas formas: terrestre, marítima e aeroespacial.
A SAE BRASIL foi fundada em 1991 por executivos dos segmentos automotivo e aeroespacial, conscientes da necessidade de se abrir as fronteiras do conhecimento para os profissionais brasileiros da mobilidade, em face da integração do País ao processo de globalização da economia, ora em seu início, naquele período. Desde então a SAE BRASIL tem experimentado extraordinário crescimento, totalizando mais de 6 mil associados e 10 seções regionais distribuídas desde o Nordeste até o extremo Sul do Brasil, constituindo-se hoje na mais importante sociedade de engenharia da mobilidade do País.
A SAE BRASIL é filiada à SAE INTERNATIONAL, associação com os mesmos fins e objetivos, fundada em 1905, nos EUA, por líderes de grande visão da indústria automotiva e da então nascente indústria aeronáutica, dentre os quais se destacam Henry Ford, Orville Wright e Thomas Edison, e tem se constituído, ao longo de mais de um século de existência, em uma das principais fontes de normas, padrões e conhecimento relativos aos setores automotivo e aeroespacial em todo o mundo, com mais de 35 mil normas geradas e mais de 138 mil sócios distribuídos por cerca de 100 países.

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308