Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
28/06/2017
COFIP ABC apoia ações do PAM contra soltura de balões

Realizada por empresas do Polo Petroquímico, iniciativa também conta com o apoio dos departamentos de Defesa Civil de Mauá, Ribeirão Pires e Santo André

Soltar balões pode causar riscos à comunidade, como incêndios em casas, indústrias e matas, e à aviação, com possibilidade de vítimas. Conscientizar a população sobre os riscos da prática é o objetivo da iniciativa realizada pelo Plano de Auxílio Mútuo (PAM) com o apoio do Comitê de Fomento Industrial do Polo do Grande ABC (COFIP ABC).

Faixas e flyers compõem os materiais de conscientização da iniciativa, que também tem o apoio dos departamentos de Defesa Civil das prefeituras de Mauá, Ribeirão Pires e Santo André. A ação é destinada, principalmente, aos moradores da região.

Historicamente, o principal risco externo às plantas industriais do Polo Petroquímico é a queda de balões, que tem indicador mensal, controlado pelo PAM, desde 2001. “Entre 2014 e 2016, caíram 391 balões nas dependências das empresas. Até o primeiro trimestre de 2017, mais de 15 balões já caíram em chamas em torno do Polo”, diz Valdemar Conti, coordenador do PAM.

Ainda de acordo com o levantamento realizado pelo PAM, foram registradas 85 quedas de balões nas plantas industriais no ano passado, contra 99 em 2015, uma redução equivalente a 14%. “As ações de conscientização mostram resultados, mas exigem continuidade”, avalia Conti.

Para evitar incêndios, explosões e outros perigos, os brigadistas do PAM monitoram permanentemente o céu e alertam as empresas, por meio de sistema interno de comunicação, quando há possibilidade de queda no Polo. Vias internas bem sinalizadas, que interligam as plantas industriais, permitem atuar com rapidez em casos de emergências.

CRIMES AMBIENTAIS – Desde 13 de fevereiro de 1998, fabricar, comercializar, transportar ou soltar balões são crimes ambientais, passíveis de punição, que pode chegar a três anos de detenção, conforme a lei federal 9.605. Para denunciar a prática, que aumenta entre os meses de maio e julho, com a chegada das festas juninas, a recomendação é o Disque Denúncia 181 ou a Polícia Militar 190.



SOBRE O POLO INDUSTRIAL
O Polo do Grande ABC é formado por diversas empresas que atuam na extensa cadeia produtiva do setor, incluindo desde refinaria de petróleo até engarrafadoras de gás. Por ser uma indústria de base, a petroquímica é considerada a primeira geração da indústria química e elo inicial de diversos segmentos de mercado, como plástico, borracha, tintas e vernizes, higiene e limpeza, entre outros.

Dentro desta cadeia, o Polo Petroquímico tem grande influência no desenvolvimento econômico e social da região, com geração de aproximadamente 10 mil empregos diretos e indiretos, além de proporcionar um VAF (Valor Adicionado Fiscal) superior a R$ 2 bilhões por ano aos municípios da região, segundo estudo realizado, em 2014, pela consultoria especializada MaxiQuim.

SOBRE O COFIP ABC
O COFIP ABC – Comitê de Fomento Industrial do Polo do Grande ABC – é uma entidade criada em 2015 com o propósito de gerar sinergia entre as indústrias, o poder público e a comunidade, em prol do desenvolvimento sustentável da região do Grande ABC/SP. A instituição representa suas associadas em áreas específicas, ao promover ações positivas e identificar oportunidades por meio de grupos técnicos. Atualmente o Comitê possui 10 empresas associadas: Air Liquide, AkzoNobel, Aquapolo, Bandeirante Química, Braskem, Cabot, Chevron Oronite, Oxiteno, quantiQ e Vitopel, e o Plano de Auxílio Mútuo – PAM Capuava – que é um departamento da instituição. Acesse www.cofipabc.com.br

SOBRE O PAM
O PAM – Plano de Auxílio Mútuo – é um programa que visa a atuação integrada de empresas e órgãos públicos para maior eficiência no controle de emergências. Por meio do plano, uma empresa em situação de emergência pode recorrer ao apoio das outras, que liberam recursos humanos e materiais, para realizar a resposta à emergência. Atualmente nove empresas do Polo Petroquímico – AkzoNobel, Bandeirante Química, Braskem (três unidades), Cabot, Chevron Oronite, Oxiteno, RECAP – Petrobras, Ultragaz (duas unidades) e Vitopel – integram o plano, que tem o apoio de órgãos públicos como Corpo de Bombeiros, Defesa Civil e SAMU.




Mais informações à imprensa:
Companhia de Imprensa
Maria do Socorro Diogo – msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Sara Saar – sara@companhiadeimprensa.com.br
Telefones: (11) 4435-0000 / (11) 9 4984-9581

 Buscar release:
   
 Perfil da empresa

O COFIP ABC – Comitê de Fomento Industrial do Polo do Grande ABC – é uma entidade criada em 2015 com o propósito de gerar sinergia entre as indústrias, o poder público e a comunidade, em prol do desenvolvimento sustentável da região do Grande ABC/SP. A instituição representa suas associadas em áreas específicas, ao promover ações positivas e identificar oportunidades por meio de grupos técnicos. Atualmente o Comitê possui 11 empresas associadas: Air Liquide, AkzoNobel, Aquapolo, Bandeirante Química, Braskem, Cabot, Chevron Oronite, Oxiteno, quantiQ, Ultragaz e Vitopel, e o Plano de Auxílio Mútuo – PAM Capuava – que é um departamento da instituição. Acesse www.cofipabc.com.br

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308