Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
19/02/2016
Organismo precisa de vitaminas e minerais

Suplementos como Taffman-EX e Hiline F auxiliam na ingestão adequada de nutrientes essenciais

FEVEREIRO DE 2016 – Com base nos dados da Pesquisa de Orçamentos Familiares publicados em 2011, a análise de Consumo Alimentar no Brasil revela que o brasileiro ingere pouca quantidade de nutrientes importantes para o funcionamento do organismo, como cálcio, ferro e vitaminas essenciais.

Mesmo os 10% da população que mais consome leite tem ingestão abaixo do ideal. Na parcela mais jovem, entre 10 e 13 anos de idade, em torno de 95% tem ingestão menor do que os 1.100mg diárias recomendadas e, entre as mulheres com mais de 60 anos – parcela da população mais afetada pela osteoporose –, 95,8% têm ingestão insuficiente de cálcio.

Essa situação é agravada pelo fato de o consumo de magnésio e de vitamina D ser inadequado para 80,9% e 99,4% das mulheres dessa idade, respectivamente. A vitamina D aumenta a absorção de cálcio e fósforo e o magnésio é responsável por fixar esses nutrientes nos ossos, impedindo que migre para tecidos moles.

“Para ter uma saúde equilibrada precisamos de todos os nutrientes de forma balanceada, porque cada um tem uma função diferente no nosso organismo”, argumenta a farmacêutica-bioquímica Yasumi Ozawa Kimura, consultora técnica da Yakult do Brasil. Entre as funções dos nutrientes estão fornecer energia (maioria dos carboidratos), melhorar e manter tecidos, como a pele e os músculos (proteínas).

Um dos nutrientes com funções muito especiais para o organismo são as vitaminas, compostos orgânicos considerados essenciais porque não são produzidos pelo organismo. As vitaminas do complexo B interagem entre si e precisam ser consumidas juntas. Da mesma forma, a C e a E trabalham em conjunto para exercer seu efeito antioxidante, e quantidades ideais de vitaminas e minerais ajudam a combater o envelhecimento precoce. “Mas temos de ter muito cuidado com as vitaminas, porque tanto o excesso como a falta podem causar sérias doenças”, orienta a especialista.

O organismo precisa de 13 vitaminas essenciais, que devem ser consumidas através dos alimentos ou de suplementos, e cada pessoa tem uma necessidade diferente, de acordo com idade, sexo, condição de saúde, estrutura física e atividade profissional. “Como não há nenhum alimento que contenha todas as vitaminas na quantidade adequada, é essencial ter uma alimentação variada”, orienta a consultora da Yakult.

Os complementos nutricionais podem ser bons aliados para garantir a ingestão adequada de nutrientes, pois são elaborados com a finalidade de complementar a dieta de indivíduos saudáveis. Já os suplementos nutricionais são utilizados para corrigir a manifestação de deficiências e assegurar que a ingestão de macro e micronutrientes atinja os niveis recomendados.

O mercado oferece diversos complementos e suplementos destinados a dietas com restrição de nutrientes (carboidratos, proteínas, gorduras, sódio), para ingestão controlada de nutrientes (controle de peso, praticantes de atividade fisica, nutrição enteral) e para grupos populacionais específicos (lactentes e crianças de primeira infância, gestantes e nutrizes, idosos).

A Yakult oferece duas opções de alimentos adicionados de nutrientes essenciais que auxiliam na reposição de vitaminas para o público adulto. O Taffman-EX é adicionado de vitamina A e vitaminas do complexo B, C e E, que ajudam a repor ou suprir as necessidades do organismo e recuperar a disposição para as atividades do dia a dia. O produto contém mel de abelha e extratos de vegetais aromáticos que conferem aroma e sabor característicos, e também ajuda a manter o peso, pois a quantidade de calorias por frasco é de 40 kcal por 110 ml.

O Hiline F foi desenvolvido especialmente para o público feminino e contém altos teores do mineral ferro e de fibras solúveis, além de vitaminas A, C, E, B6 e pantotenato de cálcio, essencial para o metabolismo intermediário de carboidratos, gorduras e proteínas. O alimento possui apenas 30 kcal por 100ml.

* A doutora Yasumi Ozawa Kimura está disponível para entrevistas.
Farmacêutica-bioquímica com especialização em Alimentos pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP (Universidade de São Paulo), Yasumi Ozawa Kimura tem aperfeiçoamento em Tecnologia de Alimentos pelo Ministério das Relações Exteriores do Japão, é pós-graduada em Administração e Marketing pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), e é consultora técnica-científica da Yakult S.A. Indústria e Comércio.




Mais informações à imprensa:
Companhia de Imprensa
Adenilde Bringel – Cecília Marquesi - Telefones – (11) 4432-4000

 Buscar release:
   
 Perfil da empresa

O Leite Fermentado Yakult completa 84 anos em 2019 e é o carro-chefe da empresa. Desde que o médico Minoru Shirota criou o Leite Fermentado com o exclusivo Lactobacillus casei Shirota, em 1935, e fundou a Yakult, em 1955, a empresa sempre teve grande preocupação em desenvolver alimentos que beneficiem a saúde das pessoas. Por isso, mantém o Instituto Central Yakult, em Kunitachi, Tóquio, no Japão, que realiza inúmeros estudos relacionados ao intestino humano.

Nos 40 países e regiões em que está presente, a Yakult possui aproximadamente 80 mil comerciantes autônomas (conhecidas como Yakult Ladies) -- 35 mil no Japão e 47 mil em 12 outros países, incluindo o Brasil -- que levam os produtos de porta a porta para milhões de consumidores, mesmo nos locais mais distantes. No mundo, mais de 40 milhões de pessoas consomem Leite Fermentado Yakult com Lactobacillus casei Shirota diariamente (resultado de 2018). A fábrica brasileira, localizada em Lorena, produz média de 2 milhões de frascos de Leite Fermentado Yakult e é uma das mais modernas da companhia no mundo.

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308