Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
02/09/2015
ARTIGO - Produtividade desde o desenvolvimento do produto

*por Jomar Napoleão

Nesses tempos de crise econômica no Brasil, muito se tem falado sobre a necessidade de melhorar nossa produtividade, que se encontra em um nível abaixo da maioria das nações, mesmo as emergentes. Segundo dados do Conference Board, associação mundial e centenária de negócios e pesquisa global independente que opera nas áreas de liderança corporativa, economia e negócios, meio ambiente e capital humano, a produtividade média do trabalhador brasileiro é de apenas 24% de um trabalhador norte americano, 60% de um russo e 70% de um mexicano.

A produtividade é um indicador da eficiência de um sistema produtivo e, geralmente, é relacionada à geração de valor em relação aos meios produtivos utilizados (capital, matéria-prima, trabalho). Vários são os fatores que influenciam essa produtividade, tais como educação básica, fatores gerenciais, governamentais, etc...

Quando se fala em melhorar a produtividade no âmbito da indústria, pensa-se logo em processos produtivos e redução de operações. No entanto, o custo de mão de obra em uma operação complexa é tipicamente da ordem de 10% do total. Para chegar-se a resultados mais expressivos é preciso levar em conta todo o ciclo produtivo, começando no conceito e projeto do produto e terminando o ciclo no descarte deste.

Várias são as iniciativas e ações que podem ser introduzidas desde a fase conceitual de um produto visando à maior eficiência produtiva. Conceitos como engenharia simultânea, projeto para manufatura (Design for Assembly), redução do número de componentes, uso de novos materiais e de componentes comuns entre vários modelos, reciclabilidade, entre outros, são cada vez mais aplicados pelas empresas do setor da mobilidade para atingir a meta de maior eficiência.

Um dos conceitos mais importantes praticados pelas empresas é o de plataformas globais, em que vários sistemas e componentes são comuns a diversos modelos, com vantagens de redução de custos de desenvolvimento e de ferramentais. Neste caso, o próprio esforço de engenharia é otimizado pelo trabalho de grupos globais de desenvolvimento.

Outra ferramenta altamente disseminada é a simulação computadorizada, em que todos os componentes e sua montagem são aperfeiçoados matematicamente antes de serem produzidos, gerando economia de tempo, recursos, diminuição de reprojetos, e do próprio ciclo de desenvolvimento do produto.

Esses conceitos, bem como sua aplicação na indústria da mobilidade no atual estado da arte, serão debatidos no Painel Engenheiros-chefes do Congresso SAE BRASIL 2015 na Expo Center Norte. Autoridades do setor irão apresentar como a produtividade pode ser melhorada desde o desenvolvimento dos produtos no âmbito dos veículos automotores e no da indústria aeronáutica no Brasil de hoje.

* Jomar Napoleão é engenheiro e chairperson do Painel Engenheiros-chefe do 23º Congresso SAE BRASIL


24º Congresso e Mostra Internacionais SAE BRASIL de Tecnologia da Mobilidade
Tema - “Produtividade e Tecnologia: A nova revolução na indústria da mobilidade”
De 22 a 24 de setembro - das 8h30 às 20h30
Expo Center Norte, Pavilhão Vermelho – rua José Bernardo Pinto, 333, vila Guilherme, São Paulo – SP


Painel Engenheiros-chefes
“A produtividade desde o desenvolvimento do Produto”
22 de setembro, 16h – Auditório SAE BRASIL-MWM Motores Diesel




Mais informações à imprensa:
Companhia de Imprensa
Maria do Socorro Diogo - msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Susete Davi – susete@companhiadeimprensa.com.br
Telefones (11) 4435-0000 e 94984-9581

 Buscar release:
   
 Perfil da empresa

A SAE BRASIL é uma associação sem fins lucrativos que congrega engenheiros, técnicos e executivos unidos pela missão comum de disseminar técnicas e conhecimentos relativos à tecnologia da mobilidade em suas variadas formas: terrestre, marítima e aeroespacial.
A SAE BRASIL foi fundada em 1991 por executivos dos segmentos automotivo e aeroespacial, conscientes da necessidade de se abrir as fronteiras do conhecimento para os profissionais brasileiros da mobilidade, em face da integração do País ao processo de globalização da economia, ora em seu início, naquele período. Desde então a SAE BRASIL tem experimentado extraordinário crescimento, totalizando mais de 6 mil associados e 10 seções regionais distribuídas desde o Nordeste até o extremo Sul do Brasil, constituindo-se hoje na mais importante sociedade de engenharia da mobilidade do País.
A SAE BRASIL é filiada à SAE INTERNATIONAL, associação com os mesmos fins e objetivos, fundada em 1905, nos EUA, por líderes de grande visão da indústria automotiva e da então nascente indústria aeronáutica, dentre os quais se destacam Henry Ford, Orville Wright e Thomas Edison, e tem se constituído, ao longo de mais de um século de existência, em uma das principais fontes de normas, padrões e conhecimento relativos aos setores automotivo e aeroespacial em todo o mundo, com mais de 35 mil normas geradas e mais de 138 mil sócios distribuídos por cerca de 100 países.

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308