Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
31/08/2015
ARTIGO – Perspectivas para o agronegócio demandam tecnologias para uma produtividade sustentável

* Leandro Pires

O agronegócio brasileiro é visto hoje como amplo e complexo sistema que compreende os segmentos de alimentos, fibras e energias renováveis. Segundo o Ministério da Agricultura, o PIB do agronegócio cresceu 1,08% e representou 21,3% do PIB do Brasil em 2014. A agricultura brasileira vem crescendo de forma sustentável e produtiva, o que culminou em uma produção de grãos de 193 milhões de toneladas no último ano.

Os recentes ganhos de produtividade, publicados em junho de 2015, mostram que entre as safras 2013/14 e 2014/15 houve um incremento de 5,6% na produção de grãos e um aumento de 1,1% de área plantada. Um aumento de produtividade de 4,5% em um ano!

Segundo o Banco Mundial, a população projetada de 9 bilhões de habitantes até 2050 demandará um aumento de 120% do consumo de carnes e de 148% do consumo de soja. Este cenário mostra-se como um sólido fundamento para o agronegócio brasileiro, que possui alto potencial para aproveitar essa oportunidade por sua disponibilidade de solo arável não explorada. Entretanto, o aumento de produtividade continuará sendo demandado em função da competição internacional das commodities agrícolas e da sustentabilidade de longo prazo.

Nesse contexto, cresce a importância do setor de insumos, no qual se inserem as máquinas agrícolas, para o aumento de produtividade. As commodities agrícolas podem oferecer mais valor agregado do que outros produtos e com ganhos contínuos de produtividade nas cadeias a montante. Esses ganhos se baseiam em vantagens comparativas naturais do Brasil, inovações para competir nos mercados internacionais e investimentos em pesquisa de produção em áreas tropicais.

As inovações em máquinas agrícolas e tecnologias como agricultura de precisão, integração de máquinas e gestão de frota contribuem para esse aumento de produtividade. Por meio delas se obtêm melhor uso da terra, redução de custos com insumos, redução de desperdícios de produção e melhor eficiência operacional.

Tais inovações, além do foco em produtividade, possuem demanda de requisitos de segurança e sustentabilidade crescentes como, por exemplo, o Proconve MAR-I, programa para controle de emissões de poluentes.

Com essas perspectivas de mercado e demandas por inovação, o 7º Simpósio SAE BRASIL de Máquinas Agrícolas irá reunir indústria, academia e entidades setoriais para discutir o aumento de produtividade com o desafio de manter a sustentabilidade. O encontro será realizado no dia 2 de setembro, na Fiergs (Federação das Indústrias do Rio Grande do Sul), em Porto Alegre. Participe!

* Leandro Pires é engenheiro mecânico, mestre em Economia, gerente de Administração de Vendas da John Deere e chairperson do 7º Simpósio SAE BRASIL de Máquinas Agrícolas.




Mais informações à imprensa:
Companhia de Imprensa
Maria do Socorro Diogo - msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Sara Saar – sara@companhiadeimprensa.com.br
Telefones (11) 4435-0000 e 94984-9581

 Buscar release:
   
 Perfil da empresa

A SAE BRASIL é uma associação sem fins lucrativos que congrega engenheiros, técnicos e executivos unidos pela missão comum de disseminar técnicas e conhecimentos relativos à tecnologia da mobilidade em suas variadas formas: terrestre, marítima e aeroespacial.
A SAE BRASIL foi fundada em 1991 por executivos dos segmentos automotivo e aeroespacial, conscientes da necessidade de se abrir as fronteiras do conhecimento para os profissionais brasileiros da mobilidade, em face da integração do País ao processo de globalização da economia, ora em seu início, naquele período. Desde então a SAE BRASIL tem experimentado extraordinário crescimento, totalizando mais de 6 mil associados e 10 seções regionais distribuídas desde o Nordeste até o extremo Sul do Brasil, constituindo-se hoje na mais importante sociedade de engenharia da mobilidade do País.
A SAE BRASIL é filiada à SAE INTERNATIONAL, associação com os mesmos fins e objetivos, fundada em 1905, nos EUA, por líderes de grande visão da indústria automotiva e da então nascente indústria aeronáutica, dentre os quais se destacam Henry Ford, Orville Wright e Thomas Edison, e tem se constituído, ao longo de mais de um século de existência, em uma das principais fontes de normas, padrões e conhecimento relativos aos setores automotivo e aeroespacial em todo o mundo, com mais de 35 mil normas geradas e mais de 138 mil sócios distribuídos por cerca de 100 países.

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308