Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato
Jornalista,

Credencie-se para a 10ª Competição Fórmula SAE BRASIL-PETROBRAS.

Envie seu nome completo, veículo de imprensa e contatos para
ellen@companhiadeimprensa.com.br
ou pelos telefones (11) 4435-0000/ 9 7204-1921

 Release
29/10/2013
Universitários paulistas levam 15 carros para Fórmula SAE BRASIL-PETROBRAS, em Piracicaba

As 15 equipes paulistas – 11 possuem carro a combustão e quatro elétricos - disputarão a competição, em novembro, com outras 22 nacionais e estrangeiras

São Paulo, outubro de 2013 – Universitários de engenharia de 11 instituições de ensino do Estado de São Paulo projetaram, produziram e agora testam carros tipo Fórmula exclusivamente para a 10ª Competição Fórmula SAE BRASIL-PETROBRAS. As provas acontecem entre os dias 1º e 3 de novembro, no Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo (ECPA), em Piracicaba, interior de São Paulo.

Entre os 37 carros, denominados Fórmula SAE, 31 possuem motor a combustão e seis são elétricos. Além de 15 equipes, paulistas, participam universitários de oito Estados, Distrito Federal, Venezuela e Equador. Cada equipe possui até dois carros, todos produzidos dentro das instituições de ensino, a maioria como atividade extracurricular.

Participante pela 10ª vez, a equipe EESC-USP, da Escola de Engenharia de São Carlos, da Universidade de São Paulo, levará um carro com motor de 450cc monocilíndrico e projeto aerodinâmico completo. O veículo, categoria combustão, utiliza muita fibra de vidro e de carbono, além de alumínios e aços com ligas especiais, e tem suspensão com barras antirrolagem. “Isso melhora a dinâmica veicular e maximiza a interação piloto-carro”, diz Danilo Barbosa Porto, estudante do 3º ano de Engenharia da Computação e capitão da equipe. Os testes do carro são realizados no Museu da TAM, em São Carlos.

Campeã na competição nacional em 2012, pela categoria combustão, a equipe Fórmula FEI, do Centro Universitário da FEI, em São Bernardo, desenvolveu novo carro, com pacote aerodinâmico, em fibra de carbono, que reduziu o tempo de volta em 3,8%. Outro ponto forte está no sistema de transmissão, com novo diferencial, que permite melhor ajuste na parte dinâmica. “Agora temos maior força de contato pneu/solo, com isso excelente desempenho longitudinal do carro, principalmente em condições de chuva”, diz Renato Durães Fontana, capitão da equipe e estudante do 8º semestre de Engenharia Mecânica. Também novidade foi a instalação de sensor de posição de marcha, que fornece informações precisas sobre a marcha utilizada no veículo.

Vice-campeã nacional em 2011, a equipe FSAE-Unicamp, da Universidade Estadual de Campinas, também disputará com novo carro, 15% mais leve e com motor 10% mais potente, e emprega a utilização do difusor, componente exclusivamente para melhorar a aerodinâmica. O carro possui chassi tubular de aço HSLA, motor de 600 cilindradas e suspensão independente nas quatro rodas. “Na Formula SAE Lincoln, nos EUA, em 2012, fizemos a melhor prova de aceleração na categoria combustão”, conta Leonardo Guardia, capitão da equipe e graduando de Engenharia Mecânica.

Categorias - Os carros Fórmula SAE a combustão têm motores de 4 tempos e cilindrada máxima de 610 cm³. Já os elétricos são tracionados com motores elétricos, alimentados a partir de baterias de até 600 volts, com autonomia de pelo menos 22 km com potência para atingir velocidade superior a 100 km/h. O recarregamento das baterias, realizado em carga lenta, será feito em área com alto nível de segurança, em tomada especial de 220 volts trifásico.

EUA - Ao final da competição, duas equipes da Categoria Combustão e uma da Elétrica que obtiverem as melhores pontuações na soma geral das provas poderão representar o Brasil nas competições da SAE INTERNATIONAL, em 2014, nos Estados Unidos: 14 a 17 de maio, na Formula SAE Michigan (primeira colocada na Categoria Combustão), e 18 a 21 de junho de 2014 na Formula SAE Lincoln, em Nebraska (segunda colocada na Categoria Combustão e primeira colocada na categoria Elétrica).

A construção dos veículos deve obedecer às normas do regulamento da competição, disponível no site da SAE BRASIL - www.saebrasil.org.br -, que exige das equipes (com até 20 integrantes) que se especializem nos variados sistemas que compõem um carro tipo Fórmula, como powertrain, freios, direção, suspensão, sistemas elétricos, chassis e segurança.

História - Os carros Fórmula SAE surgiram em 1978, nos EUA. Além do Brasil e Estados Unidos, as competições de carros Fórmula SAE Combustão são realizadas na Inglaterra, Alemanha, Austrália, Áustria, Espanha, Hungria, Itália e Japão. O Brasil ingressou no circuito em 2004, com objetivo de fomentar nos estudantes de graduação e pós-graduação de engenharia a especialização técnica em veículos de alto desempenho, de acordo com regras definidas pela SAE INTERNATIONAL e sob a orientação de um professor.

A categoria de elétricos faz parte das competições dos EUA, Alemanha, Itália, Inglaterra, Austrália e, agora, do Brasil. O objetivo principal da categoria elétrica é aumentar o conhecimento técnico na área de motores 100% elétricos para as novas gerações de engenheiros, responsáveis pelas novas tendências da engenharia.

“No Projeto Fórmula SAE BRASIL os estudantes são desafiados a construir um protótipo complexo em curto prazo e orçamento limitado. É um atestado de competência e simula a realidade do mercado que os futuros engenheiros vão encontrar”, ressalta o engenheiro Robson Galvão, diretor de Simpósios e Programas Estudantis da SAE BRASIL.

PROGRAMAÇÃO:
10ª Competição Fórmula SAE BRASIL-PETROBRAS – de 1º a 3 de novembro de 2013
ECPA - rodovia SP 135, km 13,5, bairro Tupi, Piracicaba, SP

Dia 1º (sexta-feira) – Design, custo, inspeção técnica, freios, tilt table e ruído (noise) - das 9h às 16h;
Dia 2 (sábado) – Apresentações orais e provas de aceleração, manobrabilidade e auto cross - 9h às 16h
Dia 3 (domingo) – enduro de resistência - das 9h às 12h



10ª Competição Fórmula SAE BRASIL-PETROBRAS
1 a 3 de novembro – ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo) – Piracicaba-SP

Total de equipes inscritas: 37 – sendo 31 Categoria Combustão e 6 Categoria Elétrico
(em 2012 foram 31 equipes - 27 Combustão e 4 Elétrico)
Total de instituições de ensino representadas: 28
9 Estados + DF + Equador e Venezuela

EQUIPES FÓRMULA COMBUSTÃO

REGIÃO SUL

Paraná – (1 equipe / 1 instituição)
Universidade Tecnológica Federal do Paraná – equipe Imperador UTFPR

Rio Grande do Sul - (2 equipes / 2 instituições)
Universidade Federal do Rio Grande do Sul – equipe RS Racing Team
Universidade Federal de Santa Maria – equipe Fórmula UFSM

Santa Catarina - (2 equipes / 2 instituições)
Universidade Federal de Santa Catarina – equipe Fórmula UFSC
Universidade Federal de Santa Catarina - campus Joinville – equipe Fórmula Cem


REGIÃO SUDESTE
Minas Gerais – (4 equipes / 4 instituições)
Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG) – equipe Fórmula UFMG
Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet MG) – equipe Fórmula Cefast
Universidade Federal de Itajubá - campus Itajubá – equipe Cheetah Racing
Universidade Federal de São João Del Rei – equipe FSAE-UFSJ

Rio de Janeiro - (3 equipes / 3 instituições)
Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ) – equipe Icarus UFRJ
Universidade Federal Fluminense (UFF) – equipe Buffalo
Universidade Federal Fluminense (UFF campus Volta Redonda) – equipe Ufformula

São Paulo – (11 equipes / 11 instituições)
Centro Universitário da FEI (São Bernardo do Campo) – equipe Fórmula FEI
Universidade Paulista (Capital) – equipe Fórmula UNIP
Instituto Mauá de Tecnologia (São Caetano do Sul) – equipe Mauá Racing
Escola Politécnica da Universidade de São Paulo (Poli USP) – equipe Poli Racing60
Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo – equipe EESC-USP Fórmula SAE
Faculdade de Engenharia de Sorocaba (Facens) – equipe V8 Racing
Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) – equipe FSAE-Unicamp
Universidade Estadual Paulista (Unesp) - campus Ilha Solteira – equipe Fênix Racing
Universidade Estadual Paulista (Unesp) - campus Guaratinguetá – equipe Unesp Rancing
Universidade Federal de São Carlos – equipe Fórmula Route UFSCar
Escola de Engenharia de Lorena da Universidade de São Paulo – equipe EEL Racing


REGIÃO CENTRO-OESTE

Distrito Federal - (1 equipe / 1 instituição)
Universidade de Brasília – equipe Apuama Racing


REGIÃO NORDESTE

Bahia - (2 equipes / 2 instituições)
Universidade Federal da Bahia – equipe KRT UFBA
Faculdade de Tecnologia Senai Cimatec – equipe Fast Track

Paraíba - (1 equipe / 1 instituição)
Universidade Federal da Paraíba – equipe Fórmula UFPB

Sergipe - (1 equipe/ 1 instituição)
Universidade Federal de Sergipe – equipe UFSAE


EXTERIOR

Army Polytechnic School – equipe Fespe Team (Equador)
Universidad Católica Andrés Bello (Venezuela)
Universidad de Oriente (Venezuela)


EQUIPES FÓRMULA ELÉTRICO

REGIÃO SUL

Santa Catarina - (1 equipe / 1 instituição)
Universidade Federal de Santa Catarina – equipe Fórmula UFSC Elétrico


REGIÃO SUDESTE

Minas Gerais – (1 equipe / 1 instituição)
Centro Federal de Educação Tecnológica (Cefet MG) – equipe Fórmula eCefast

São Paulo – (4 equipes / 4 instituições)
Universidade Estaduall de Campinas – equipe Unicamp E-Racing
Centro Universitário da FEI (São Bernardo do Campo) – equipe Fórmula FEI Elétrico
Universidade Paulista (Capital) – equipe Fórmula UNIP Elétrico
Escola de Engenharia de São Carlos da Universidade de São Paulo – equipe EESC-Tupã



Mais informações à imprensa:
Companhia de Imprensa –
Maria do Socorro Diogo - msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Ellen Mutzemberg – ellen@companhiadeimprensa.com.br
Telefones 11 4435-0000 – 9.9658-5828 - 9.7204-1921

 Buscar release:
   
 Perfil da empresa

A SAE BRASIL é uma associação sem fins lucrativos que congrega engenheiros, técnicos e executivos unidos pela missão comum de disseminar técnicas e conhecimentos relativos à tecnologia da mobilidade em suas variadas formas: terrestre, marítima e aeroespacial.
A SAE BRASIL foi fundada em 1991 por executivos dos segmentos automotivo e aeroespacial, conscientes da necessidade de se abrir as fronteiras do conhecimento para os profissionais brasileiros da mobilidade, em face da integração do País ao processo de globalização da economia, ora em seu início, naquele período. Desde então a SAE BRASIL tem experimentado extraordinário crescimento, totalizando mais de 6 mil associados e 10 seções regionais distribuídas desde o Nordeste até o extremo Sul do Brasil, constituindo-se hoje na mais importante sociedade de engenharia da mobilidade do País.
A SAE BRASIL é filiada à SAE INTERNATIONAL, associação com os mesmos fins e objetivos, fundada em 1905, nos EUA, por líderes de grande visão da indústria automotiva e da então nascente indústria aeronáutica, dentre os quais se destacam Henry Ford, Orville Wright e Thomas Edison, e tem se constituído, ao longo de mais de um século de existência, em uma das principais fontes de normas, padrões e conhecimento relativos aos setores automotivo e aeroespacial em todo o mundo, com mais de 35 mil normas geradas e mais de 138 mil sócios distribuídos por cerca de 100 países.

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308