Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
03/12/2009
Alimentos funcionais são aliados do verão

Leite fermentado Yakult pode ajudar a manter a microbiota intestinal íntegra e, consequentemente, contribuir na prevenção de infecções alimentares típicas dos dias mais quentes

O verão é o período em que se concentram altas temperaturas e, como consequência, ocorre a diminuição do metabolismo basal (a quantidade calórica ou energética que o corpo utiliza, durante o repouso, para o funcionamento de todos os órgãos), pois precisa haver a manutenção da temperatura interna do organismo. No calor também ocorre maior perda de líquidos pelo suor, o que pode ocasionar desidratação. Para evitar o problema, que pode ter consequências sérias, a recomendação é a ingestão de bastante líquido nesta época do ano. É importante lembrar que, ao sentir sede, o corpo já está dando sinal de desidratação, por isso, devemos beber água antes de a sede aparecer. Os cuidados devem ser redobrados com as crianças e os idosos.

Não basta tomar cuidado com o que se come ou bebe. A qualidade e a procedência dos alimentos também exigem total atenção, especialmente nesta época do ano. A temperatura no verão é ideal para a proliferação de microrganismos e os principais sintomas de infecção ou intoxicação são dores abdominais, diarreia, vômitos, dores de cabeça, fadiga e febre.

A diarreia é ainda mais complicada devido à grande perda de água que provoca, por isso, o mais importante é o aumento da ingestão de líquidos para reposição da água perdida. Caso continue o sintoma, é necessário ministrar um medicamento adequado. Mas, uma vez afetada pela diarreia, é extremamente importante a reconstrução da microbiota intestinal por meio da ingestão de alimentos ou medicamentos probióticos.

Tomar leites fermentados contendo probióticos ajuda a combater os efeitos adversos do verão, pois, além de os microrganismos probióticos ajudarem na absorção dos nutrientes da alimentação, sabe-se que alguns deles, como os Lactobacillus casei Shirota da Yakult, contribuem ativamente para a inibição das bactérias nocivas, incluindo aquelas que causam as temidas toxinfecções alimentares, como a E. coli O157, Salmonella e Shigella.

Os probióticos são, na maioria, bactérias lácticas e devem necessariamente sobreviver às condições adversas do estômago e colonizar os intestinos, mesmo que temporariamente. Quando os probióticos são ingeridos chegam vivos ao intestino e liberam ácidos como o lático e o acético, que têm a capacidade de melhorar a atividade intestinal, facilitando a digestão, a absorção de nutrientes e a eliminação de toxinas. Inúmeras pesquisas já comprovaram que os microrganismos probióticos inibem as bactérias patogênicas e ajudam a prevenir infecções.

Além disso, quando associadas a uma dieta equilibrada, os probióticos diminuem a produção de substâncias nocivas, absorvem e eliminam as substâncias causadoras de doenças relacionadas ao estilo de vida, como arteriosclerose, hipertensão e colesterol, entre outras. Os probióticos não possuem a capacidade de atravessar a barreira da parede intestinal e os seus efeitos ocorrem tanto no nível do lúmen como na parede do trato gastrointestinal, onde podem interagir com a microflora endógena, substratos luminais, enterócitos e células imunológicas do intestino.

Os mecanismos de ação dos probióticos estão sendo estudados com o mesmo rigor farmacológico dos medicamentos. A eficácia desses microrganismos tem sido estudada em várias situações clínicas e um nível razoável de evidências pode ser reunido através de estudos controlados, randomizados ou metanálises pelas quais se demonstram resultados positivos.

As situações clínicas estudadas são prevenção ou tratamento de distúrbios associados ao uso de antibióticos, gastroenterites e diarreia, intolerância à lactose, infecções intestinais e colonização por bactérias patogênicas, incluindo o Helicobacter pylori e o Clostridium difficile, a diarreia do turista viajante, a síndrome do cólon irritável, a doença inflamatória dos intestinos e o câncer de cólon.

Os efeitos imunológicos dos probióticos estão sendo intensamente estudados para descobrir outros benefícios que os microrganismos desempenham na manutenção das defesas do organismo. No Instituto Central de Pesquisas da Yakult, no Japão, já foram desenvolvidos intensivos experimentos para investigar a microflora intestinal, com ênfase nas bactérias do ácido láctico, e para avaliar o relacionamento entre a microflora e a fisiologia.

Os estudos desenvolvidos no Instituto já demonstraram, por exemplo, que o L. casei Shirota desempenha papel importante na manutenção do balanço imunológico, por meio da influência das respostas imunes intestinais. O L. casei Shirota também tem sido relacionado ao aumento da resistência a infecções intestinais e à prevenção do desenvolvimento do câncer, através da intensificação da função imunológica.

A cepa melhora a função intestinal porque, além de melhorar os movimentos peristálticos, inibe a geração de substâncias nocivas, algumas até carcinogênicas, e previne infecções no intestino. Além disso, por melhorar a digestão e a absorção de nutrientes e regular os movimentos do intestino, produzindo ácido láctico, suprime problemas intestinais como a diarreia e a constipação. Todas as pesquisas vêm demonstrando que as afirmações do médico e pesquisador Minoru Shirota, descobridor dos Lactobacillus casei Shirota e fundador da Yakult, são verdadeiras: o intestino saudável conduz à saúde e à longevidade.



* Yasumi Ozawa Kimura é farmacêutica-bioquímica, especializada em Alimentos pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP (Universidade de São Paulo), com estágios de aperfeiçoamento em Tecnologia de Alimentos pelo Ministério das Relações Exteriores do Japão. Pós-graduada em Administração e Marketing pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing) é também gerente do Departamento de P&D da Yakult S.A. Indústria e Comércio, onde atua desde 1981 no desenvolvimento e pesquisa de alimentos funcionais.

* Celina Mayumi T. Hiramatsu é nutricionista pela Faculdade São Camilo e foi bolsista como Technical Trainee de Intercâmbio Internacional para Japão em 1995. Pós-graduada em Gestão da Qualidade pela Universidade São Judas Tadeu, desenvolve atividades como Assistente Técnico de Qualidade da Yakult S.A. Indústria e Comércio.



Mais informações à imprensa:
Maria do Socorro Diogo – msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Juliana Santos – juliana@companhiadeimprensa.com.br
Camila Silva - camila@companhiadeimprensa.com.br
Telefones – 11 4435-0000 / 7204-1921

 Buscar release:
   
 Perfil da empresa

A Yakult é a precursora no segmento de alimentos com probióticos no mundo, com o Leite Fermentado comLactobacillus casei Shirota, lançado em 1935 no Japão e em 1968 no Brasil. A empresa possui um Complexo Fabril na cidade de Lorena, no Vale do Paraíba, onde mantém a produção de todo o portfólio disponível no Brasil.

Em Lorena, a Yakult produz o Leite Fermentado Yakult, o Yakult 40 e o Yakult 40 light, a sobremesa láctea fermentada Sofyl – os quatro com o exclusivo Lactobacillus casei Shirota –, o Suco de Maçã, o alimento com extrato de soja Tonyu, a bebida láctea combinada com suco de frutas Yodel e os alimentos adicionados com nutrientes essenciais direcionados ao público feminino e masculino Hiline F e Taffman-EX, respectivamente.

A empresa foi fundada no Japão em 1935 pelo médico e pesquisador Minoru Shirota que, após anos de pesquisas, conseguiu isolar uma cepa do intestino humano classificada posteriormente como Lactobacillus casei Shirota. A cepa deu origem a um leite fermentado contendo microrganismos probióticos capazes de regularizar a microbiota intestinal e que é, até hoje, o carro-chefe da empresa.

A matriz japonesa da Yakult completa 82 anos em 2017. Desde o início de suas atividades, em 1935, quando o médico Minoru Shirota criou o Leite Fermentado com o exclusivo Lactobacillus casei Shirota, a empresa sempre teve grande preocupação em desenvolver alimentos que pudessem beneficiar a saúde das pessoas. Por isso, mantém o Instituto Central Yakult, em Tóquio, no Japão, que realiza inúmeros estudos relacionados ao intestino humano.

A Yakult está presente em 37 países e regiões, além do Japão (incluindo escritórios de representação), e possui 35 mil comerciantes autônomas no Japão (conhecidas como Yakult Ladies) e 45 mil em 12 outros países. No mundo, mais de 37 milhões de pessoas consomem Leite Fermentado Yakult com Lactobacillus casei Shirota diariamente. A fábrica brasileira, localizada em Lorena, produz média de 2 milhões de frascos de Leite Fermentado Yakult com Lactobacillus casei Shirota por dia e é uma das mais modernas da companhia no mundo.

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308