Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
31/08/2009
Lactobacilos da Yakult na prevenção do vírus da gripe comum

*Yasumi Ozawa Kimura

Existem pessoas suscetíveis e resistentes à gripe. Essa diferença se dá não somente pela predisposição individual, mas também pela influência do tipo de alimentação e dos hábitos diários. Os lactobacilos da Yakult (L. casei Shirota), que podem ser facilmente consumidos nas refeições diárias, não só melhoram o equilíbrio da microbiota intestinal e protegem o aparelho digestivo, como têm a propriedade de aumentar a resistência imunológica. Desta forma, há grandes expectativas de que o consumo diário dos lactobacilos da Yakult possa contribuir para a prevenção das infecções contra o vírus Influenza.

Atualmente, o vírus Influenza está classificado em tipos A, B e C, porém, os mais propagados mundialmente são o Vírus Tipo A russo, a Gripe de Hong Kong (Tipo A) e o Vírus Tipo B. Os sintomas típicos da Influenza (como a doença é chamada no Japão) são os mesmos da gripe comum, como aparecimento repentino de febre, congestão nasal, espirros e tosses, acrescidos de dores musculares e nas articulações. A vacina continua sendo a forma mais eficaz na prevenção contra o vírus Influenza, pois, ao receber a vacina, o organismo produz anticorpos que se unem ao vírus fazendo com que perca seu potencial de contaminação, resultando na não-infecção ou infecção com sintomas leves.

As células do sistema imunológico – como as células NK e os macrófagos – também estão sempre de prontidão para combater células cancerígenas, bactérias patogênicas e células infectadas por vírus. Isso significa que o funcionamento perfeito das células imunológicas consegue nos defender de qualquer tipo de infecção, inclusive do ataque do vírus Influenza. Uma boa notícia é que pesquisadores do Instituto Central de Pesquisas em Microbiologia da Yakult, localizado em Tóquio, no Japão, descobriram que os lactobacilos da Yakult (L. casei Shirota) promovem o aumento das atividades das células NK e dos macrófagos, tornando o sistema imune ainda mais resistente.

A maior parte dos casos de infecção por Influenza em idosos resulta em complicações, devido ao fato de a resistência imunológica diminuir com o avançar da idade. A série Relatórios sobre a Ciência da Saúde nº 53 ‘Efeitos à Saúde com Probióticos – Aumento das atividades das células NK pela ingestão dos lactobacilos da Yakult’ apresenta informações de que realmente ocorre uma queda das atividades das células NK, medidor da capacidade de resistência contra as doenças, com o passar dos anos. Em outro relatório foi comunicado que os lactobacilos da Yakult promovem o aumento das atividades das células NK, especialmente pelo consumo constante do leite fermentado Yakult 40, que contém 40 bilhões de L. casei Shirota por frasco de 80 gramas.

Esta constatação foi feita pelo Instituto Central de Pesquisas em Microbiologia da Yakult, que desenvolveu recentemente trabalho relatando os efeitos dos lactobacilos da Yakult na prevenção à infecção contra a influenza. No estudo, os pesquisadores constataram que as atividades das células NK em camundongos mais velhos eram menores se comparadas às atividades das células NK de camundongos jovens. Ao enriquecer as rações dos camundongos idosos com os lactobacilos da Yakult por quatro meses consecutivos, houve aumento nas atividades das células NK, em comparação aos camundongos com ração padrão sem enriquecimento.

Com base nesses resultados, os cientistas começaram uma experiência com a expectativa de que os camundongos idosos, que tiveram aumento da atividade NK através da ingestão dos lactobacilos da Yakult, apresentassem maior resistência à gripe do que os que não ingeriram. No terceiro dia após a infecção, verificaram uma diferença na quantidade de vírus na cavidade nasal dos camundongos que tiveram a ração enriquecida com os lactobacilos da Yakult, comparada àqueles que não tiveram. A partir desta experiência os pesquisadores concluíram que, ao introduzir os lactobacilos da Yakult na ração dos camundongos idosos, é possível aumentar as atividades das células NK, diminuídas pela idade, aumentando também a resistência à infecção contra o vírus Influenza.

Com este estudo, os pesquisadores da Yakult conseguiram demonstrar que a infecção pelo vírus Influenza pode ser prevenida com a ingestão de leite fermentado com os exclusivos lactobacilos da Yakult, que aumentam as atividades das células NK. O consumo diário dos lactobacilos da Yakult, um probiótico fácil de ser incluído na dieta alimentar, aumenta a resistência imunológica, tornando-se um método eficiente e preventivo contra a infecção do Influenza e demais vírus.

* Yasumi Ozawa Kimura é farmacêutica-bioquímica com especialização em Alimentos pela Faculdade de Ciências Farmacêuticas da USP (Universidade de São Paulo), com estágios de aperfeiçoamento em Tecnologia de Alimentos pelo Ministério das Relações Exteriores do Japão. Pós-graduada em Administração e Marketing pela ESPM (Escola Superior de Propaganda e Marketing), é gerente do Departamento de P & D da Yakult S.A. Indústria e Comércio, onde atua desde 1981 no desenvolvimento e pesquisa de alimentos funcionais.



Mais informações à imprensa:
Maria do Socorro Diogo – msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Juliana Santos – juliana@companhiadeimprensa.com.br
Telefones – 11 4435-0000 – 7204-1921

 Buscar release:
   
 Imagens
Clique nas imagens para salvá-las em maior resolução
Yasumi Ozawa Kimura é gerente do Departamento de P & D da Yakult
 Perfil da empresa

A Yakult é a precursora no segmento de alimentos com probióticos no mundo, com o Leite Fermentado comLactobacillus casei Shirota, lançado em 1935 no Japão e em 1968 no Brasil. A empresa possui um Complexo Fabril na cidade de Lorena, no Vale do Paraíba, onde mantém a produção de todo o portfólio disponível no Brasil.

Em Lorena, a Yakult produz o Leite Fermentado Yakult, o Yakult 40 e o Yakult 40 light, a sobremesa láctea fermentada Sofyl – os quatro com o exclusivo Lactobacillus casei Shirota –, o Suco de Maçã, o alimento com extrato de soja Tonyu, a bebida láctea combinada com suco de frutas Yodel e os alimentos adicionados com nutrientes essenciais direcionados ao público feminino e masculino Hiline F e Taffman-EX, respectivamente.

A empresa foi fundada no Japão em 1935 pelo médico e pesquisador Minoru Shirota que, após anos de pesquisas, conseguiu isolar uma cepa do intestino humano classificada posteriormente como Lactobacillus casei Shirota. A cepa deu origem a um leite fermentado contendo microrganismos probióticos capazes de regularizar a microbiota intestinal e que é, até hoje, o carro-chefe da empresa.

A matriz japonesa da Yakult completa 82 anos em 2017. Desde o início de suas atividades, em 1935, quando o médico Minoru Shirota criou o Leite Fermentado com o exclusivo Lactobacillus casei Shirota, a empresa sempre teve grande preocupação em desenvolver alimentos que pudessem beneficiar a saúde das pessoas. Por isso, mantém o Instituto Central Yakult, em Tóquio, no Japão, que realiza inúmeros estudos relacionados ao intestino humano.

A Yakult está presente em 37 países e regiões, além do Japão (incluindo escritórios de representação), e possui 35 mil comerciantes autônomas no Japão (conhecidas como Yakult Ladies) e 45 mil em 12 outros países. No mundo, mais de 37 milhões de pessoas consomem Leite Fermentado Yakult com Lactobacillus casei Shirota diariamente. A fábrica brasileira, localizada em Lorena, produz média de 2 milhões de frascos de Leite Fermentado Yakult com Lactobacillus casei Shirota por dia e é uma das mais modernas da companhia no mundo.

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308