Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
23/01/2007
Começa a construção dos carros para a 13ª Competição Baja SAE BRASIL-PETROBRAS

A Competição, que chega a 13ª edição, acontece de 15 a 18 de março, em Piracicaba, interior de São Paulo, e conta com 70 equipes inscritas, de 13 estados e o Distrito Federal.

Ao invés de aproveitar as férias e viajar, cerca de 700 estudantes de Engenharia, matriculados em importantes faculdades do País, estão com a mão na graxa. Os universitários trabalham no desenvolvimento e construção de veículos off road para disputar a tradicional Competição Baja SAE BRASIL-PETROBRAS, que acontece de 15 a 18 de março, no ECPA (Esporte Clube Piracicabano de Automobilismo), em Piracicaba/SP. Estão inscritas na Competição 70 equipes, de 53 faculdades, instaladas em 13 estados brasileiros, além do Distrito Federal. Durante quatro dias em Piracicaba, os 70 Baja SAE serão submetidos a uma bateria de provas estáticas e dinâmicas. Como prêmio, as três equipes que alcançarem a melhor pontuação ganham o direito de representar o Brasil em junho na SAE Baja RIT, em Rochester, Nova York, EUA, e realizada pela SAE International.

O Estado do Pará volta a se inscrever na Competição, agora com a equipe Bajaçaí, da Universidade Federal do Pará. Pela quantidade de equipes inscritas, São Paulo conta com 24 equipes, seguido do Rio Grande do Sul e Minas Gerais com 8 equipes cada. Rio de Janeiro possui 7 equipes, Santa Catarina tem 5 e Pernambuco, 4. Já o Espírito Santo inscreveu 3 equipes e os estados da Bahia, Ceará e Paraíba, além de Brasília, têm 2 equipes cada. O Paraná e o Rio Grande do Norte têm uma equipe cada.

Iniciativa da SAE BRASIL (Sociedade de Engenheiros da Mobilidade), a Competição desafia os estudantes de Engenharia a projetarem e construírem um veículo SAE Baja, capaz de atravessar terrenos acidentados. A Competição tem início com o envio de relatórios técnicos de cada projeto e segue, ainda em janeiro, com o desenvolvimento e construção do veículo quase sempre dentro das faculdades. Quando chegam em Piracicaba, os carros são submetidos a provas que avaliam itens como conforto do operador, produção em massa, integridade estrutural e originalidade, além de provas de tração, manobrabilidade, aceleração, velocidade máxima e subida de rampa com até 45º. Na última etapa, os carros enfrentam todas as deformidades de uma pista de terra, durante um enduro de quatro horas.

Em 2006, a equipe EESC-USP sagrou-se pentacampeã nacional da modalidade, entre 68 equipes inscritas. A segunda colocada foi a equipe Mauá 2, do Instituto Mauá de Tecnologia, de São Caetano do Sul (SP), seguida pela equipe DEMEC-08, da Universidade Federal de Minas Gerais (UFMG). Nos EUA, as equipes EESC-USP e Mauá 2 garantiram, respectivamente, o 5º e o 24º lugares, entre 115 equipes do Canadá, EUA, África do Sul, México, Venezuela e Coréia do Sul, além do Brasil. Nos EUA, o Brasil é bicampeão na categoria.

BAJA- Os Baja SAE são veículos fora-de-estrada, de estrutura tubular em aço, monoposto, projetados e construídos por estudantes de engenharia. Todos os veículos utilizam motor padrão de 10 HP e devem ter quatro ou mais rodas e conseguirem transportar pessoas com até 1,90m de altura e de até 113 quilos. Além disto, a fabricação deve ser feita com ferramentas padrão da indústria, com pouca ou nenhuma mão-de-obra especializada.


CONFIRA A LISTA DE EQUIPES INSCRITAS NA COMPETIÇÃO:

São Paulo (Interior) - 16 equipes / 13 universidades)
EESC-USP - equipes EESC USP 114 e EESC-USPAPAI
Unicamp - equipe Unicamp
ITA - equipe Wile Coyote
UFSCar - equipe UFSCar Cheech
Unesp Guaratinguetá - equipe Piratas do Vale
Faculdade de Engenharia de Sorocaba - equipe Fase Racing
Fatec Sorocaba - equipe Nitro Baja Racing
Escola de Engenharia de Piracicaba - equipe Pirabaja I e Pirabaja II
Unesp Bauru - equipe X-Bauru
UNIP (S.J. dos Campos) - equipe Rinox
Universidade de Taubaté - equipe Bajeca
ETEP Faculdades - equipes EEI Baja 1 e EEI Baja 2
Instituto Educacional Piracicabano - equipe Sbóbaja

São Paulo (Capital) - (8 equipes / 5 universidades)
Instituto Mauá de Tecnologia - equipes Mauá 1 e Mauá 2
Escola Politécnica da USP - equipes Poli Kamikase e Poli Torpedo
FATEC-SP - equipe Fatecnologos
UNIP (Capital) - equipe Rinox
Centro Universitário da FEI - FEI Baja 1 e FEI Baja 2

Minas Gerais - (8 equipes / 6 universidades)
UFMG - equipe Demec 09
Cefet-MG - equipes Mini Bala e Trem Baja
Universidade Federal de Itajubá - equipe Saci
Universidade Federal de Uberlândia - equipe Cerrado
Unileste - equipes Galileu e Baja Girls
Universidade Federal de São João Del Rei - equipe Baja a Vapor

Espírito Santo (3 equipes / 2 universidades)
Universidade Federal do Espírito Santo - equipe Vitória Baja 1 e Vitória Baja 2
ULC Faculdade do Centro Leste - equipe Carpixaba

Rio de Janeiro (7 equipes /5 universidades)
UFF - equipes Tuffão e VR Baja
UFRJ - equipe Minerva Baja
Cefet/RJ - equipe Mud Runner
Universidade do Estado do Rio de Janeiro - equipe Beirute e Baja UERJ
Universidade Católica de Petrópolis - equipe Serração

Pará (1 equipe / 1 universidade)
Universidade Federal do Pará - equipe Bajaçaí

Distrito Federal (2 equipes / 2 universidades)
Universidade de Brasília - Piratas do Cerrado 1 e Piratas do Cerrado 2

Santa Catarina (5 equipes / 4 universidades)
UFSC - equipes UFSC Ilhéu e Uiraçu
UDESC - equipe Velociraptor
Fundação Educacional da Região de Joinville - equipe Ubaja
Instituto Superior Tupy - equipe Tupy Racing

Rio Grande do Sul (8 equipes / 8 universidades)
Universidade Federal de Santa Maria - equipe Bombaja
Universidade de Passo Fundo - equipe Mas Baja Tchê
Universidade Federal do Rio Grande do Sul - equipe Tchê
Universidade Regional Integrada - equipe URI-Baja
Unijuí - equipe Mini Bugio
Faculdade Honrizontina - equipe Fahor
Universidade de Santa Cruz do Sul - equipe Baja Unisc
Universidade do Vale do Rio dos Sinos - equipe Baja Sinos

Paraná (1 equipe / 1 universidade)
Universidade Federal do Paraná - equipe Piá

Pernambuco (4 equipes / 2 universidades)
Universidade Federal de Pernambuco - equipes Mangue Baja 1 e Mangue Baja 2
Escola Politécnica de Pernambuco - equipes Corisco I e Corisco II

Rio Grande do Norte (1 equipe / 1 universidade)
Universidade Federal do Rio Grande do Norte - equipe Car-Kará

Paraíba (2 equipes / 1 universidade)
Universidade Federal da Paraíba - equipes UFPBaja Imprecindível e UFPBaja Indubitável

Ceará (2 equipes / 2 universidades)
Universidade Federal do Ceará - equipe Siará
Universidade de Fortaleza - equipe Mangabaju Racing

Bahia (2 equipes / 2 universidades)
Universidade Salvador - equipe Guaiamum
Universidade Federal da Bahia – equipe Car-poeira




Mais informações à imprensa:
Maria do Socorro Diogo - msdiogo@companhiadeimprensa.com.br
Alexandre Akashi - alexandre@companhiadeimprensa.com.br
Danilo Gonçalves - danilo@companhiadeimprensa.com.br
PABX (0xx11) 4435-0000

 Buscar release:
   
 Perfil da empresa

A SAE BRASIL é uma associação sem fins lucrativos que congrega engenheiros, técnicos e executivos unidos pela missão comum de disseminar técnicas e conhecimentos relativos à tecnologia da mobilidade em suas variadas formas: terrestre, marítima e aeroespacial.
A SAE BRASIL foi fundada em 1991 por executivos dos segmentos automotivo e aeroespacial, conscientes da necessidade de se abrir as fronteiras do conhecimento para os profissionais brasileiros da mobilidade, em face da integração do País ao processo de globalização da economia, ora em seu início, naquele período. Desde então a SAE BRASIL tem experimentado extraordinário crescimento, totalizando mais de 6 mil associados e 10 seções regionais distribuídas desde o Nordeste até o extremo Sul do Brasil, constituindo-se hoje na mais importante sociedade de engenharia da mobilidade do País.
A SAE BRASIL é filiada à SAE INTERNATIONAL, associação com os mesmos fins e objetivos, fundada em 1905, nos EUA, por líderes de grande visão da indústria automotiva e da então nascente indústria aeronáutica, dentre os quais se destacam Henry Ford, Orville Wright e Thomas Edison, e tem se constituído, ao longo de mais de um século de existência, em uma das principais fontes de normas, padrões e conhecimento relativos aos setores automotivo e aeroespacial em todo o mundo, com mais de 35 mil normas geradas e mais de 138 mil sócios distribuídos por cerca de 100 países.

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308