Home | Institucional | Clientes | Releases | Artigos | Produtos e Serviços | Contato

 Release
29/05/2007
Simular para parar com eficiência


Por Anselmo Fioranelli Júnior *

O sistema de freios de um carro é bastante interessante. Tanto que já ganhou lugar de destaque nas competições transmitidas pelas principais emissoras de televisão, com direito a câmera e tudo mais, para revelar ao telespectador o comportamento da ação das pastilhas sobre o disco. Mesmo para um engenheiro, impressiona ver a incandescência que o sistema atinge em momentos de pico de operação.

No universo do consumidor de automóvel esta cena é dispensável. O sistema de freios tem importância ímpar e deve ser tratado com o mesmo cuidado que o de propulsão, ou até mais, uma vez que as falhas resultam em acidentes que podem ser fatais. Quantas notícias nos chegam hoje em dia dando conta de colisões envolvendo veículos que simplesmente não pararam quando deviam?

Seja qual for a via, terrestre, aérea, marítima, a humanidade anda cada vez mais rápido. Por causa da crescente necessidade de velocidade, parar com eficiência se torna uma questão de sobrevivência e, portanto, a busca pela eficiência é constante. Um bom exemplo são os já citados freios de competições. Mas, se por um lado a pista de corrida é um excelente laboratório de testes, a tela do computador tem se tornado o ponto de partida do desenvolvimento dos novos sistemas.

Com os atuais avanços de hardware, com maior capacidade de processamento de dados, os softwares de simulação computacional viraram um grande aliado dos engenheiros de desenvolvimento de produtos. No caso dos sistemas de freios, já existe um programa, o Abaqus, que simula o comportamento do sistema em movimento, como se estivesse instalado em um veículo de verdade. Isso permite analisar uma série de informações com antecedência, que em um passado não muito distante somente era possível verificar após os primeiros testes de protótipos.

Isso não quer dizer que os protótipos deixaram de existir. Mas, sua necessidade será cada vez menor, pois temos observado que os resultados da simulação são bastante fiéis aos dos testes práticos. Entre as informações possíveis de se antecipar, destaque para o desgaste do material, temperatura de atuação e freqüência. Com estes três dados, é possível realizar otimizações no projeto e, com isso, aprimorá-lo constantemente.

Além de aprimorar o sistema, o Abaqus permite otimizar o projeto com a alteração das propriedades dos materiais, na busca do melhor custo-benefício, pois para cada tipo de veículo existe um sistema de freio específico, de acordo com seu tamanho, peso, potência do motor e aplicabilidade.

* Anselmo Fioranelli Júnior é engenheiro e
gerente da SMARTtech Mecânica

 Buscar release:
   
 Imagens
Clique nas imagens para salvá-las em maior resolução
Anselmo Fioranelli Jr., gerente da SMARTtech Mecânica
 Perfil da empresa

Site:

Divisão Assessoria de Imprensa • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 41 • Santo André • SP • Fone/Fax (11) 4435-0000
Divisão Publicações • Rua Álvares de Azevedo, 210 • Cj. 61 • Centro • Santo André • SP • Fone (11) 4432-4000 • Fax (11) 4990-8308